O Sertão vai virar Arte!

As artes têm força para transformar uma região. Com vinte anos de experiência na realização de Mostras de Cultura no Ceará, o Sesc pode atestar que o estímulo à produção cultural pode movimentar a economia, educar as pessoas, valorizar o patrimônio histórico e despertar vocações.

A partir deste ano, os investimentos serão descentralizados e a presença do Sesc será vista em novas regiões do Estado. Inicialmente realizada no Cariri, onde acontece há duas décadas, a Mostra de Culturas será expandida em 2019 para o Sertão Central (Quixadá, Quixeramobim, Ibaretama e Senador Pompeu) e seguirá contemplando outros territórios.

A Mostra Sesc chega e traz música, teatro, literatura, tradição, cinema e artes plásticas. Os espetáculos são levados às praças, onde todas as pessoas da cidade podem ver e ser tocadas pela intenção do artista em questionar, alegrar, entreter, fantasiar. A reação do público, seja de estranhamento ou admiração, , amplia o repertório cultural. Este ato simples de contemplar um espetáculo é, mesmo que o espectador não perceba, o importante exercício do direito cultural de “fruir as artes”, previsto na Declaração Universal dos Direitos Humanos e na Política Cultural do Sesc em todo o Brasil. É também o primeiro passo para surgirem novas plateias para os artistas locais e apoiadores das tradições, com orgulho e apreço aos próprios costumes.

“O Sertão Central é um território extremamente potente, plural e fértil nas linguagens artísticas e culturais. A Mostra Sesc dá a chance de nos aproximar da região para, a partir do diálogo e colaboração com os agentes culturais, criar novas oportunidades de desenvolvimento. É a oportunidade de escutar a região, trocar experiências e estabelecer articulações criativas e propositivas. Pensar em novas soluções, novos rumos. O Sertão vai virar Arte!” afirma o gerente de Cultura do Sesc, Chagas Sales.

Em números

Resultados mensuráveis podem ser vistos na economia local. Uma Mostra de Cultura exige a formação de uma cadeia produtiva, desde estrutura e logística para o evento,  a empresas de serviços de alimentação, transporte, hospedagem e segurança.

Durante os dias de programação cultural, o fluxo de pessoas motivou oportunidades de crescimento para o comércio. De acordo com o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC), 53% dos empresários da região percebem o aumento das vendas durante a Mostra Sesc de Culturas.

O Sesc é ligado à Federação do Comércio do Estado do Ceará e suas ações culturais são pensadas para criar oportunidades para o setor de vendas de bens e serviços. “Esse encontro vai acontecer durante quatro dias ininterruptos e vai aquecer a dinâmica do comércio: hotéis,  turismo local, restaurantes, etc. Vai fazer com que esse período se torne importante para o calendário da região”, explica o gerente.

Ao chegar na região, o  grande encontro cultural do Sesc estabelece  uma relação permanente com os moradores do lugar. Todos os anos, a programação pode ser esperada com grandes shows de artistas brasileiros, trazendo visitantes para as cidades e gerando oportunidades de negócios.

Notícias recentes
Uma nova história começou a ser escrita no Sertão Central. Com um público de cerca de 20 mil pessoas, cantando a uma só voz a música “Dias Melhores”, a banda...
A cultura sempre figurou entre os principais pilares da atuação do Sesc – Serviço Social do Comércio a partir de ações de fomento e de promoção de acesso às artes. Baseado nessa proposta, o Sesc CE realiza a Mostra...
Herança cultural cantada em verso e prosa típicos do nordeste brasileiro, a cantoria dos repentistas carrega em seus poemas a memória popular e a arte do improviso. O Ceará é...