Centros históricos de Quixadá e Quixeramobim recebem Mostra Sesc do Sertão Central

Em julho, os espaços culturais e históricos das cidades de Quixadá e Quixeramobim vão abrigar exposições de artes plásticas, mostras de cinema, espetáculos teatrais, lançamento de livros e debates promovidos pela primeira Mostra Sesc de Culturas do Sertão Central. 

De 25 a 28 de julho, a Casa de Saberes Cego Aderaldo, o Teatro Memorial Antônio Conselheiro,o Memorial Rachel de Queiroz e a Fazenda Não me Deixes, propriedade da escritora, serão interligados pela programação que destaca a produção artística atual no Ceará e recebe mestres da cultura.

O Sertão Central foi escolhido pelo Sesc, entre outros aspectos, pela diversidade de equipamentos culturais com potencial para receber uma ação do porte da Mostra. Neste ano será realizada a primeira edição do encontro anual de fomento às artes na região. “Esses espaços de memória e equipamentos culturais, como as Casas de Saberes do Governo do Estado, são fundamentais para o fortalecimento de uma política cultural para a região”, afirma Chagas Sales, gerente de Cultura do Sesc.  

Teatro Memorial Antônio Conselheiro, construído junto à casa onde nasceu o líder do Arraial de Canudos, é um dos bens de importância histórica, tombados pelo Governo do Estado do Ceará. O Memorial, restaurado e equipado com rampas de acesso a cadeirantes, recebe no dia 25, às 19h, “Proibido Elefantes”, espetáculo teatral no qual os bailarinos com e sem deficiência física desafiam limites e preconceitos.

Na sexta-feira (26/7), às 10h, é a vez do teatro de marionetes do Grupo Bricoleiros encantar crianças e adultos. Às 18h, será exibido o filme de faroeste “Onde Nascem Os Bravos”, gravado em 2015 no cenário da Fazenda Pinhão, localizada em Quixeramobim, e o primeiro de uma trilogia do diretor Daniell Abrew. O filme foi escolhido para a mostra nacional CineSesc e mostra o momento vigoroso do cinema cearense, com produções destacadas no cenário nacional nos últimos anos.

Encontro de artesãos

No dia 28 de julho, também no Memorial Antônio Conselheiro, acontece o Papo Criativo da Mostra Sesc de Culturas, com a participação do mestre da cultura, Espedito Seleiro, natural de Nova Olinda, do xilógrafo João Pedro, de Juazeiro do Norte, e dos artesãos de Quixeramobim,  Zilá Carneiro e Rabelo Jóias. 

Mestre Espedito é conhecido internacionalmente por suas peças de roupa e calçados entalhados em couro; o designer de joias, João Rabelo, ganhou notoriedade por incorporar elementos na natureza sertaneja às suas criações. Zilá Carneiro é uma das artesãs mais antigas no ofício dos sapatos artesanais e sustentáveis, que ainda carregam a técnica da renda frivolo e João Pedro e mantém viva a tradição da xilogravura em cordel. Na Mostra Sesc, os quatro artesãos expõem suas peças e conversam sobre economia criativa e artesanato.

Cinema na Casa do Cego Aderaldo

Em Quixadá, a Casa Dos Saberes Cego Aderaldo será o espaço da exposição “Novos Olhares Para Monalisa, com quadros de releituras da célebre pintura de Leonardo da Vinci. Nesse espaço, nos dias 26 e 27, às 18h, a Mostra de Cinema “Nueva Mirada” Para a Infância e Juventude exibe curtas metragens de animação e ficção sobre diversidade cultural.

 O equipamento cultural, inaugurado em 2017 pelo Governo do Estado, é voltado à arte, educação, saberes tradicionais,  patrimônio cultural e homenageia poeta, violeiro e repentista Aderaldo Ferreira de Araújo.

Na Casa de Raquel de Queiroz

Nos dia 27 e 28, a Mostra Sesc de Culturas revisita locais de homenagem à escritora Raquel de Queiroz. O Memorial Rachel de Queiroz, que guarda objetos e fotos dela, é o ponto de encontro do Café Literário, com participação de Márcio Benjamin Costa Ribeiro, autor do livro Agouro em que narra lendas e histórias do Sertão potiguar. O encontro será mediado pelo escritor Bruno Paulino, membro da Academia Quixadaense de Letras (AQUILETRAS).

No domingo, (28/7), o ônibus da Caravana Literária desembarca na Fazenda Não Me Deixes para conhecer o casarão construído na década de 1950 pela escritora e seu marido. A fazenda era visitada regularmente por Raquel no período do inverno e fica na localidade que leva o nome do pai, Daniel de Queiroz Lima, de quem ganhou a propriedade. A visita será guiada por artistas e mediadores culturais. A partir da Mostra o Sesc inicia a formação de 20 agentes culturais em curso com duração de quatro meses, em que serão capacitados sobre se planejamento e elaboração de projetos culturais, entre outras áreas. 

Notícias recentes
Gal Costa, Nando Reis, Siba, Curumin, Projeto Rivera, além de grupos tradicionais, exposições, saraus, exibições de filmes e espetáculos teatrais e de dança integram a programação do evento, que acontece...
Após quatro dias intensos de programação cultural, de 25 a 28 de julho, a primeira Mostra Sesc de Culturas do Sertão Central movimentou ruas e espaços das cidades de Quixadá,...
Uma nova história começou a ser escrita no Sertão Central. Com um público de cerca de 20 mil pessoas, cantando a uma só voz a música “Dias Melhores”, a banda...